Risco de racionamento de água em Santa Fé.

https://lh4.googleusercontent.com/-2f4ehuQM9e0/Us1WmTMRGcI/AAAAAAAAFw8/XquZK2LEDNw/s492/agua.jpgSanta Fé do Sul pode sofrer a qualquer momento um racionamento de água, pois a lagoa de captação de água que abastece a cidade está com o seu volume de água muito baixo, pondo em risco a normalidade do abastecimento.

Caso não chova em breve, a população deverá sofrer racionamento, correndo até mesmo o risco de ficar sem esse líquido precioso, “água”.

No momento em que o problema da escassez d’água se agudiza no município, é forçoso nos debruçarmos sobre algumas questões que continuam a se repetir e contribuem para um possível racionamento, como se os cidadãos ainda não tivessem tomado consciência da real dimensão do problema, que termina por afetar a todos.

Segundo o superintendente Adércio Rodrigues, a prolongada estiagem em Santa Fé do Sul provocou a redução de mais de 80% no nível das águas das nascentes da Cabeceira Comprida, de onde é feita a captação de água para abastecer o município.

Desde o mês de novembro o SAAE vem fazendo campanha e alertando a população sobre a possibilidade de racionamento caso não ocorresse uso racional da água.

“A fiscalização de rua vem orientando a população para que evite qualquer tipo de desperdício de água. Porem muitos ignora a situação lavando diariamente calçadas e também veículos, dessa forma vamos ser obrigados a tomar atitudes drásticas, a população não pode ser penalizada por conta de alguns que não colaboram” disse o Adércio.

O superintendente ressaltou que essa condição é temporária, “logo chega o período de chuvas e a situação se normaliza, é inaceitável o posicionamento de alguns dizendo que estão gastando, mas estão pagando por isso, desta forma logo chegará o momento em que terão o dinheiro e não terão a água para consumir”.

A última vez em que o SAAE necessitou racionar água em Santa Fé do Sul ocorreu há nove anos. Em relação aos bairros que possuem poços, Adércio informou que a fiscalização é a mesma.

A represa de captação de água está com apenas 20% de sua capacidade, situação esta que já se arrasta há 60 dias, haja vista que tem chovido na região, mas não em nosso município.

Bookmark and Share