Rejeitadas as contas da Funec de 2008.

Prejuízo de R$ 6,5 milhões.

O Tribunal de Contas do Estado rejeitou os recursos apresentados pelo ex-presidente da Fundação de Educação e Cultura, Ademir Gasques Sanches, e diretor administrativo, Ademir Cassimiro, referentes às contas da Funec do exercício de 2008. Tais contas foram remetidas ao Ministério Público “para adoção das medidas de sua alçada”.

As contas de 2007 também foram rejeitadas, porém, pendem ainda de recurso.

No relatório de análise das contas, o Tribunal de Contas rejeitou os repasses de R$ 581.754,00 aos fundos municipais (Pró-Santa Casa, Pró-Valor Humano e de Desenvolvimento Econômico), ressaltando que os mesmos “não possuem relação alguma com as atividades desenvolvidas pela Fundação, ficando demonstrado o desvio das finalidades para as quais foi criada a Funec”.

Nas contas de 2007 o Tribunal impugnou a “realização de despesas no montante de R$ 336.724,70 com patrocínio da equipe de Futsal de Santa Fé do Sul, apesar da instituição ter apresentado R$ 965.593,64 de restos a pagar sem disponibilidade financeira”.

Ainda na análise dessas contas, o conselheiro Fúlvio Biazzi destacou que a Funec contabilizou “um prejuízo acumulado na ordem de R$ 4.426.318,00 e um passivo a descoberto de R$ 2.123.841,00”, totalizando R$ 6.550.159,00.

https://lh5.googleusercontent.com/-YM4jyG7PkkI/T3hihan_jfI/AAAAAAAAG-M/EHBKXwp-OXU/s127/Fonte%2520noticias4.JPG

Bookmark and Share