Justiça condena acusados de roubo em residência da rua 14.

A Justiça de Santa Fé do Sul divulgou na terça-feira, dia 13, a condenação Taís Fernanda Vicente dos Santos, Augusto Ferreira Barbero, Marcos Barbosa e Denis Conceição dos Santos, a sete anos de reclusão pelo crime de roubo praticado na casa de Marcos Bindilati, ocorrido no final do ano passado.

Constou no processo que no dia 11 de dezembro de 2011, em Santa Fé do Sul, os acusados teriam tentado subtrair para eles, mediante violência e grave ameaça, exercida com emprego de arma de fogo contra as vítimas Izabel Maria de Jesus Ferreira, Sérgio Alves Ferreira e duas crianças, três varas de pescar, uma carretilha de pesca, um motor elétrico para barco, uma caixa com petrechos de pesca, um arpão elétrico, avaliados em R$ 1.200,00, além de dinheiro, joias e outros objetos que estavam na residência de Marco Antonio Bindilati, localizada na rua 14.

Tais Fernanda Vicente dos Santos teria usado de grave ameaça com o fim de favorecer interesse próprio e alheio contra Natiele Vieira da Silva de Brito, pessoa chamada a intervir em processo judicial e inquérito policial.

A denúncia narrou que Marcos Barbosa, de dentro da penitenciária de segurança máxima de Campo Grande, teria comandado o roubo. Combinaram que Augusto e Denis ficariam hospedados na casa de Tais, no bairro Eldorado, e no dia dos fatos entrariam na casa de Bindilati, pois Marcos Barbosa, preso em Campo Grande, teria recebido informações de que a residência estaria vazia. No dia dos fatos, Augusto e Denis, munidos de um revólver, entraram na casa e Tais teria ficado do lado de fora para dar cobertura.

Enquanto Augusto e Denis separavam os objetos que pretendiam subtrair, a funcionária da residência, Izabel, e seu marido Sérgio chegaram e entraram no imóvel com o intuito de apagar as luzes, momento em que surpreenderam os acusados no interior da residência.

Denis conseguiu fugir, levando consigo a arma de fogo. No interior da residência ficou Augusto, com a vítima Izabel e as crianças, vez que Sérgio também saiu do imóvel e se escondeu em uma casa vizinha. Augusto passou a exigir de Izabel, mediante grave ameaça, que informasse onde estavam escondidas as jóias e o dinheiro da família. Com a chegada da Polícia, Augusto determinou que Izabel e as crianças deitassem no chão e evadiu-se do local.

A vítima Natiele Vieira da Silva declarou que no dia dos fatos foi convidada por Taís para ir ao centro da cidade. Estava caminhando pela rua quando foi abordada por policiais. Negou ter recebido ameaças de Taís, conforme consta da denúncia. Afirmou que “sua mãe não gosta dessas coisas e dessas pessoas” por isso foi ela quem disse que foi ameaçada. Não recebeu ameaça de ninguém. Denis Conceição dos Santos também confessou a prática do delito e declarou que veio para esta cidade, juntamente com Augusto, com o intuito de praticar o crime. Passeavam pela cidade e resolveram praticar o crime naquela casa. A arma já estava escondida nesta cidade. Ficaram hospedados em uma casa alugada no Jardim Eldorado, cujo aluguel era de R$ 300,00.

https://lh5.googleusercontent.com/-YM4jyG7PkkI/T3hihan_jfI/AAAAAAAAG-M/EHBKXwp-OXU/s127/Fonte%2520noticias4.JPG

Bookmark and Share