Gaeco investiga prefeituras da região.

Operação tem objetivo de apreender documentos que possam comprovar fraudes em licitações públicas.

O Gaeco faz nesta terça-feira (9) um "pente fino" em prefeituras da região de Rio Preto. O objetivo da operação, que também tem a participação da Polícia Federal, é apreender documentos que possam comprovar fraudes em licitações.

Entre as prefeituras que são alvos da operção, estão as de Mirassol, Catanduva, Jales, Santa Fé do Sul, Votuporanga, Fernandópolis e Guapiaçu.

Todo material relacionado a processos licitatórios que envolvam as empresas Demop e Scamatti & Seller deverão ser recolhidos e encaminhados ao Gaeco de Rio Preto.

Na tarde desta segunda-feira aconteceu uma reunião com 80 promotores, quando foram passados os detalhes da operação.

As investigações vão apurar contratos firmados a partir de 2007, quando um grupo de empreiteiros do segmento de pavimentação asfáltica teria começado a manipular licitações em cidades da região.

Cerca de 80 prefeituras firmaram contratos que estão sob suspeita e que juntos chegam a mais de R$ 1 bilhão.

 Fonte: Bom Dia.

Informações extra-oficiais dão conta de que a ação em Santa Fé do Sul, Três Fronteiras e Nova Canaã, investiga principalmente contratos efetuados com a empresa DEMOP Participações, do Grupo Scamatti da cidade de Votuporanga, grupo este que inclusive é o responsável pela construção do Residencial Villa Lobos em nossa cidade.

https://lh5.googleusercontent.com/-_wET9JUs4_U/T3MWQOAFVPI/AAAAAAAAG2I/66SbgD4T6m8/s144/fonte%2520de%2520noticias1.jpg

https://lh6.googleusercontent.com/-NgyD59Sykp0/UWVksJd7AXI/AAAAAAAAKUY/RvPntlJwT2o/s193/eritgm.jpg

Bookmark and Share