Casos de dengue já são considerados como epidemia em Santa Fé.

Por Daniela Trombeta Dias

http://www.ojornaldesantafedosul.com.br/arquivos/materias/mat102.jpgA quantidade de casos de dengue registrados em Santa Fé já inclui a cidade nas que lidam com epidemia da doença.

Segundo o secretário de Saúde, Carlos Rogério Garcia, de acordo com o índice do Ministério da Saúde que considera o número de habitantes da cidade, em Santa Fé como já foram confirmados mais de 99 casos autóctones, ou seja, quando a transmissão acontece dentro do município e não importada; o ministério já considera epidemia.

No início deste mês, haviam sido registrados 69 casos, sendo 52 infectados na cidade e 17 importados, sendo que o número aumentou rapidamente.

Até o momento 114 moradores da cidade foram infectados pela doença e, ainda 37 casos importados foram registrados, que é quando o paciente vem para a cidade já infectado e a transmissão acontece em outro local.

No total 513 casos foram notificados, sendo que 103 foram negativos e 259 ainda aguardam o resultado ou agendamento dos exames.

“É importante que a população faça sua parte, limpando os quintais, não deixando água parada. A precaução de um pode cuidar da saúde de muitos”, disse ele.

Em 2007, foram 373 casos; em 2008, apenas 5. Já em 2009, 20; em 2010, quando aconteceu um surto da dengue, foram registrados 548 casos. Em 2011, a situação piorou e 933 pessoas foram infectadas pela doença, e no ano passado, 24.

Um ovo colocado do mosquito da dengue pode durar até 12 meses em um local seco e, quando o mesmo receber água, a larva nascerá e se transformará em mosquito; por isso a atenção deve ser constante.

Agentes de controle de vetores têm realizado trabalhos constantes de orientação e ainda recolhimento de objetos que podem se tornar criadouro do mosquito.

https://lh5.googleusercontent.com/-YM4jyG7PkkI/T3hihan_jfI/AAAAAAAAG-M/EHBKXwp-OXU/s127/Fonte%2520noticias4.JPG

Bookmark and Share