Assassino de Aderaldo responderá processo em liberdade.

O motorista Alexandre Franco dos Santos, acusado de ter assassinado o corretor Aderaldo Souza de Ceni, de 40 anos, por volta do meio dia do dia 12, com um tiro na nuca, responderá processo em liberdade, visto que, segundo seu advogado Manoel Tobal Garcia Junior, o mesmo não preenche os requisitos para responder ao processo em regime fechado, pois não causa perigo à sociedade e nem fugiria durante o processo.

Um dos fatores que evidenciariam sua soltura é que Alexandre teria cometido o crime em legítima defesa.

Entenda o caso

Aderaldo Souza de Ceni foi assassinado no dia 12, e era ex-marido de Silvana Cristina Belati, de 37 anos, que estava casada com Alexandre Franco dos Santos, de 38 anos. O fato ocorreu na residência de Silvana, situada na rua 18, entre as ruas 23 e 25, no Córrego da Mula, em Santa Fé do Sul.

A vítima procurava pela mulher constantemente, pois haviam terminado um relacionamento há poucos dias. Aderaldo foi até sua residência, e, ao adentrar, começou a ofendê-la e tentar reatar o relacionamento de ambos.

Diante disso, Silvana ligou para Alexandre, que foi até o local e interceptou a vítima, ao sair da residência, com um tiro na nuca. Alexandre fugiu logo em seguida em uma motocicleta com um rapaz, que não foi identificado.

Na tarde do dia 13, ele entregou-se à polícia, tendo sido preso temporariamente por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, para evitar que influísse nas averiguações iniciais dos fatos. Terminado o prazo, ele foi solto na última sexta-feira, dia 20.

https://lh5.googleusercontent.com/-YM4jyG7PkkI/T3hihan_jfI/AAAAAAAAG-M/EHBKXwp-OXU/s127/Fonte%2520noticias4.JPG

Bookmark and Share