Assaltantes que roubaram mais de 130 mil em jóias podem estar em Três Lagoas.

A informação foi obtida pela Rádio Caçula no início da tarde desta terça-feira e constatou que o prejuízo pode ultrapassar os R$ 153 mil Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Três Lagoas iniciaram diligências nesta terça-feira (17) na Cidade e região no intuito de localizar e prender os criminosos que invadiram e roubaram uma relojoaria na cidade de Santa Fé do Sul-MS, distante aproximadamente 127 km de Três Lagoas.

Segundo a vítima, por volta das 10h30min de hoje, estava em sua relojoaria na companhia de um funcionário, momento em que dois criminosos de “cara limpa” invadiram o estabelecimento, e um deles de posse de arma de fogo calibre 38 cano longo, anunciou assalto sob ameaças de morte enquanto seu comparsa roubava todas as joias, sem joias, além de aproximadamente R$ 3 mil em dinheiro.

No momento da ação, as duas vítimas foram amarradas por um dos criminosos com cordas e fita adesiva. Após 10 minutos, o comerciante conseguiu se soltar e de imediato pediu ajuda a Polícia Militar pelo telefone 190.

“Eles fugiram no meu carro no sentido Ilha Solteira e devem ir para Mato Grosso do Sul. Não sei como eles fizeram porque meu veículo estava na reserva e andava no máximo uns 60 Km”, disse o comerciante.

A vítima também informou que sua loja não possui seguro contra roubos e que iria instalar dentro de alguns dias câmeras de segurança para tentar impedir a ação de criminosos.

Conforme dados policiais, a esperança agora é que as câmeras de monitoramento da rua onde ocorreu o roubo possam ajudar a identificar à dupla, tendo em vista que as câmeras gravaram imagens que ainda vão ser analisadas pela Polícia Civil naquela cidade paulista.

O carro do comerciante, um VW Parati ano 2003 de cor prata e placas GVL 5556 de Santa Fé do Sul-SP foi usado na fuga pelos bandidos que podem ter fugido para Três Lagoas.

Mediante a suspeita, a polícia do município já está em alerta para prender os bandidos. Até o momento, o carro roubado não foi encontrado.

Além do prejuízo do carro avaliado em quase 20 mil por não possuir seguro, Celso Tertuliano disse à reportagem que seu prejuízo pode ultrapassar os R$ 130 mil, além do carro e os R$ 3 mil roubados.

Bookmark and Share