Após 10 anos como Estância Turística, Santa Fé realizará Fórum.

Cada vez mais os destinos turísticos se especializam e disputam o mesmo público com produtos mais elaborados e adaptados às novas exigências de mercado. Além de conquistar novos turistas, as cidades precisam manter os atuais e aumentar o tempo de permanência através de suas atrações.

É uma questão de sobrevivência, enquanto destino turístico, de competitividade e de responsabilidade social com um setor que gera empregos e renda, beneficiando direta e indiretamente todos os setores que fomentam o turismo.

No próximo dia 11 de novembro, segunda feira, a Estância Turística de Fé do Sul vai promover o 1º Fórum de Turismo e Desenvolvimento, no Complexo Turístico, em parceria com Associação Comercial, Sincomércio, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato Rural, Sindicato dos Comerciários, Secretaria de Turismo, Senar e Funec. A coordenação do Fórum será da Secretaria de Cultura e Turismo.

O Fórum de Turismo será voltado para as entidades do setor produtivo e comercial com o objetivo de pontuar e definir ações de curto, médio e longo prazo para o desenvolvimento do turismo de Santa Fé do Sul.

O evento acontece pela primeira vez, dez anos após o município receber o selo de Estância Turística, concedido pela APRECESP – Associação dos Municípios Estâncias do Estado de São Paulo.

Em todo o estado são 67 municípios que recebem recursos do DADE – Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias, da Secretaria de Estado de Turismo do Estado de São Paulo. Em 10 anos a Estância Turística de Santa Fé do Sul recebeu do DADE um total de mais de R$12 milhões.

O Fórum também terá como objetivo levantar demandas para a viabilização de execução de projetos como propostas de ação de cada entidade, prioridades, meios e métodos de ação e prazos que poderão fazer parte de um Plano Municipal de Cultura que possa definir investimentos públicos para os próximos 20 anos, informou o Secretario Beto Alcalá.

O representante da Prefeitura lembrou que a realização do Fórum auxiliará sua equipe administrativa a promover projetos que desenvolvam o turismo local, e que com a participação de segmentos da sociedade vai ajudar na definição dos investimentos dos recursos do DADE.

O representante da Prefeitura confirmou que só neste ano, serão aplicados R$1.542 milhões em recapeamento de avenidas, construção de um Aquário Público e modernização do recinto da FICCAP (asfaltamento da antiga arena de shows).

Confirmou também que a partir do ano que vem a APRECESP vai avaliar as cidades que recebem dinheiro do DADE, e caso não sejam aprovadas na avaliação dos técnicos da entidade, o município poderá deixar de receber os recursos e serem rebaixados, ou seja, ficarão sem os recursos no ano seguinte.

O Fórum vai promover palestra com técnicos em Turismo e uma mesa redonda onde todos poderão apresentar propostas de desenvolvimento comercial e industrial e na prestação de serviços.

Também será proposto a criação do Conselho Municipal de Turismo que após ser empossado com legítimos representantes da sociedade civil e do poder publico poderá definir formas de aplicação dos recursos públicos no turismo local.

Bookmark and Share