Alunos do Objetivo são enganados e perdem vestibular.

Expectativa, frustração e revolta, esse é o sentimento hoje de vários alunos do Colégio Objetivo de Santa Fé do Sul, que viveram um verdadeiro pesadelo no último final de semana no Paraná.

Segundo informações de alguns pais e também de alunos, a empresa Acinvesti Atend Completo de Inscr P Vestibulares Ltda, sita a Rua Cristiano Olsen, 1395 - Bairro Jd Sumaré - Araçatuba, representada pelo senhor “Clovito”, teria assumido compromisso para levar aproximadamente 40 alunos até Maringa-Pr para prestarem o primeiro vestibular.

Os contratos foram firmados com os pais dos alunos, evidentemente contando com o aval da Direção do Colégio Objetivo, que alegou nunca ter tido qualquer problema com a Acinvesti durante todos esses anos.

O Caso

Na manha de sábado (17) os alunos embarcaram rumo a Maringá em um ônibus da empresa Acinvesti. Segundo os alunos o pesadelo começou quando chegaram ao destino, disseram que o ônibus os deixou em uma determinada escola, só depois de algum tempo perceberam que aquele não era o endereço que constava na inscrição, e o que é pior, a escola estava fechada e o horário se esgotando.

Passado algum tempo conseguiram contato com o senhor “Clovito”, que disse a eles para se virarem e irem de taxi, depois de muita confusão o “responsável” apareceu no local em uma Van e os levou até outro ônibus da mesma empresa, em seguida sem qualquer explicação ordenou ao motorista que os trouxessem de volta a Santa Fé do Sul.

Os alunos disseram que ficaram das 12:00 até as 21:00 horas, abandonados na rua até serem colocados no ônibus para voltarem para Santa Fé do Sul.

Os pais revoltados com a oportunidade perdida, afirmam que vão entrar na justiça contra a empresa responsável. “E agora quem vai reparar o erro, quem vai trabalhar a cabeça de nossos filhos, que apesar de jovens já caem em um golpe assim. Nós tentamos falar com alguém da empresa através dos telefones existentes no comprovante de pagamento e ficha de inscrição, mas ninguém nos atendeu” desabafou um pai.

A proprietária do Colégio Objetivo não quis gravar entrevista comentando o caso, disse apenas que providências já estão tomadas, e que amanhã (21) acontecerá uma reunião para discutir o assunto.

Porem a proprietária não quis gravar entrevista comentando o fato, disse que providencias já estão sendo tomadas, e que amanhã às 18:00 horas vai acontecer uma reuniao envolvendo os responsáveis pelos alunos, a direçao do colégio, e o representante legal da Acinvesti.

https://lh5.googleusercontent.com/-_wET9JUs4_U/T3MWQOAFVPI/AAAAAAAAG2I/66SbgD4T6m8/s144/fonte%2520de%2520noticias1.jpg

Bookmark and Share