Alckmin sanciona lei que denomina AME de Santa Fé.

O governo do Estado de São Paulo, sancionou a Lei Nº 15.282, no dia 3 deste mês, que denomina o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) da Estância Turística de Santa Fé do Sul. A lei teve origem no projeto nº 372/13, de autoria do deputado estadual Carlão Pignatari.

A lei determina que o AME de Santa Fé do Sul passe a denominar-se “Doutor Everaldo Brancalhão”, que faleceu no dia 21 de agosto de 2012.

A publicação da sanção da lei traz ainda as assinaturas dos secretários David Everson Uip, da Saúde, e Edson Aparecido dos Santos, Chefe da Casa Civil.

O projeto de lei foi apresentado em 2013 e foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa. O deputado descreve a trajetória do homenageado: “Everaldo Brancalhão nasceu no dia 20 de dezembro de 1946 em Pirajuí, estado de São Paulo.

Cursou medicina na Universidade Federal do Pará. Casou-se com Clarice Oshiai Brancalhão em setembro de 1971. Tiveram três filhos, Evelin Cristina, Euler e Erasasto. Mudou-se para Santa Fé do Sul no ano de 1973, aos 27 anos, para trabalhar na clínica médica do Sindicato Rural.

Em 1979, recebeu o título de especialista em ginecologia e obstetrícia pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetria. Trabalhou no Hospital Dr. Rodolfo Abdo, na Santa Casa de Misericórdia e no Hospital Dr. Aníbal, todos no município de Santa Fé do Sul.

O homenageado foi diretor clínico da Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul. Atendeu por vinte anos no Posto de Saúde, onde hoje fica o AME.

Bookmark and Share