Acontecimentos da semana em Santa Fé do Sul.

http://www.santafeonline.com.br/fotos/43721.jpgO que deveria ser alegria ficou manchado pela ocorrência de vários problemas provocados pelos “foliões”, para que se possa ter uma ideia da dimensão do lado negativo da coisa, até o domingo foram registrados 50 furtos no recinto do carnaval do Bloco Farra, provavelmente este numero deve ser maior. A arruaça típica do carnaval provocou ainda quebra-quebra em hotel, uso de drogas no meio da rua em plena luz do dia, e ainda transtorno devido a aglomerações nas avenidas da cidade prejudicando o bastante o transito nestes locais no período noturno.

Também a ocorrência de atropelamento de três jovens que deixavam o carnaval no primeiro dia, segundo informações por volta das 7:30 horas, o motorista de uma camionete de Três Lagoas teria atingido as vítimas quando estas estavam no acostamento da Avenida dos Carreteiros. Duas vitimas eram de Ilha Solteira, a outra é de Santa Fé do Sul. Uma das jovens foi ferida com gravidade.

A policia militar fez um trabalho de especifico durante o evento usando todo seu efetivo. Foi registrado apenas um caso de embriagues ao volante envolvendo um cidadão de Paranaíba, que no momento da abordagem se recusou a soprar no bafômetro, porem admitiu ter ingerido bebida alcoólica. A fiscalização nos eventos foi maior que nos anos anteriores, Santa Fé do Sul não teve problemas por falta de segurança.

Outro fato importante a se destacar foi quanto à presença de menores de idade no carnaval do Bloco Farra. Conforme de conhecimento geral, o Ministério Publico determinou que o Conselho Tutelar se fizesse presente no local durante os dias de festa, afinal a preocupação era grande considerando a dimensão do evento e por ser uma festa open bar.

Nem tudo ocorreu como o esperado e de acordo com a lei, pois os foliões com idade entre 16 e 18 anos podiam entrar no recinto com a autorização dos pais ou responsável, sendo a permanência limitada até as 4:00 horas, sendo ainda proibida a ingestão de álcool por parte desses menores, porem não foi o que ocorreu, os menores permaneceram na festa após o horário e ingeriram bebida alcoólica, tudo isso sem que os promotores do evento tomassem as providencias necessária.

Aliás, tomaram sim, anunciaram bem depois do horário que os menores de 18 anos não poderiam permanecer no local, inclusive informando que tal medida era pelo fato dos conselheiros tutelares estarem presentes e exigindo essa atitude, numa clara situação de se isentarem e expor o conselho, ou até mesmo intimidar a ação daquele órgão, tendo em vista a insatisfação dos presentes com os conselheiros.

De acordo com o conselho, a medida agora e enviar relatório e cópias de autuações a promotoria pedindo as providências cabíveis por desobediência.

https://lh6.googleusercontent.com/-Tce6rkgXEFQ/URu18B7iD8I/AAAAAAAAKLA/sdRFIFdnZ14/s219/riieummsnfh.jpg

Bookmark and Share